Como é bom encontrá-los neste mundo conectado
Feliz Dia Novo

 
 
00:00 / 00:03:44
 
1X
 

De certa forma, a maioria das pessoas se autoexilam em nome dos sonhos e desafios. Alguns mudando de cidade, de país, de profissão. saem do seu lugar e de afetos em busca de algo que nem sempre é certo e nem está muito claro. Como é bom encontrá-los neste mundo conectado. Feliz Dia Novo!

Oi com licença, bom chegar aí perto de você outra vez pra dizer Feliz Dia Novo. Que bom que você tá aí na sua luta em nome do próprio sonho. A luta que a gente entende como trabalho, não é a luta, não é a guerra, não é aquele mundo de batalhas que a gente tem sempre na nossa linguagem lembrando tempos antigos, não. É o desafio diário da conquista dos sonhos que a gente sonhou acordado e eu sei que muita gente que me ouve e sempre ouviu através do rádio e também agora pela internet, a gente tem aí o analytics que mostra isso, gente que nos ouve de todos os lugares do mundo, de vários países, autoexilados em nome dos próprios sonhos, é o exílio leva a desafios, leva a pensar que as nossas forças parecem pequenas longe do nosso lugar. Mas não é bem assim é o mundo que é o lugar de cada um. No seu sonho não precisa exatamente estar no lugar onde você nasceu, embora bata essa saudade, esse banzo, como diziam os africanos que foram roubados de seus países pra escravidão aqui no século 18, 17, 19, que este banzo, que essa saudade da sua terra sirva de inspiração pra quem saiu em nome dos sonhos. Na verdade todos nós nos exilamos em nome dos sonhos, nem sempre saímos do país, mas deixamos nossos lugares, as nossas famílias, o nosso estado, a nossa cidade, porque é o sonho que está mandando e quando a gente viaja em nome do sonho, necessariamente a gente não tira o pé do nosso lugar, das nossas raízes. Que esta inspiração sirva de força. Muita gente que mora fora acha que sofre mais porque naquela hora que o calo aperta, que o coração aperta, parece que não tem aquele amigo de infância perto, não tem aquela comidinha da vó, não tem aquele sabor, aquela música, aquela mesma língua. Mas será que não tem? Nesse mundo tão conectado, mas independentemente também das conexões, você vai pro mundo sem abandonar o seu coração, sem abandonar o seu lugar. Ainda que bata uma saudade é bom saber que você está vivendo o seu sonho, o seu sonho ético, seu sonho de valor que todo seu mundo é carregado aí dentro desse seu coração e que todos os lugares do mundo são também o seu mundo. É isso aí, você também exilou-se em nome do seu sonho? Vale a pena sim. Tem gente que acha que a escolha que fez ficou pesada, mas não é assim também, se fosse acha fácil é porque você não experimentou aquele outro caminho que você enfrenta os desafios da sua escolha. Uma outra escolha teria outros desafios, outras alegrias, felicidades, incertezas, perdas, também ganhos, alegria e felicidade. Essa é a arte de viver, de aprender com o sonho, de aprender com desafio, de aprender com o trabalho e com a busca. Olha, ação: “Cada boa ação que você pratica é uma luz que você cria em torno de seus próprios passos”. Palavra-chave hoje é Ação, eu sou Irineu Toledo, onde você estiver tô aqui torcendo pra que você faça desse dia mais um grande dia na sua história. Um Feliz Dia Novo!

Compartilhe